Posts Tagged ‘ruby’

Rock and Rails: Ruby e Rails no ES! :)

setembro 18th, 2011

Aloha amigos,

Passando rapidamente para informar com grande prazer mais um evento organizado pela Giran (@giran_br) em solos capixabas. :)

No dia 01/10/11 (011011 em binário é 27 woooow!) o Rock and Rails, o primeiro evento de Ruby e Rails do ES. Estamos muito orgulhos e anciosos com o evento pois não conhecemos muitos devs Ruby/Rails no ES e esse é uma oportunidade muito bacana de conhecer não apenas quem já conhece um pouco da linguagem mas também falar da linguagem pra quem apenas houve falar dela por aí.

Entre os palestrantes estão algumas pessoas da Giran e de outras empresas. Irei palestrar um pouco sobre testes usando RSpec e espero que dê tudo certo. (risos).

O Rock and Rails será um evento dedicado ao desenvolvimento em Ruby e a framework Ruby on Rails, cuja aceitação e adoção nas empresas está em franco crescimento.   Este evento é inédito no estado e tem como objetivos principais disseminar o conhecimento da linguagem/framework e dar uma ideia da quantidade de interessados/profissionais/entusiastas não apenas da linguagem mas do desenvolvimento para internet.

O evento está sendo organizado pela equipe da Giran Ecommerce Solutions e não terá fins lucrativos: todos os recursos obtidos junto aos parceiros, patrocinadores e incrições será revertido para cobertura do evento e compra de brindes para sorteio ao final do evento.

Formato do evento

O evento contará com 2 tipos de palestras: além das regulares (em torno de 45 min) teremos algumas Lightning Talks, que são micro-palestras muito rápidas de 5 minutos onde as pessoas falam sobre assuntos muito específicos de modo a mostrar por exemplo uma técnica, uma ferramenta e coisas do gênero.

A inscrição do evento é de R$ 20,00, simbólicos apenas para pagar os custos do evento e comprar brindes e coisas do tipo. :D

Irado né? Então não perca tempo, pois as inscrições já estão acabando.Faça já sua inscrição e, porque não, ajude a divulgar o evento.

Siga-nos no twitter (@rockandrails ) e mande o seu “Eu vou ao @rockandrails !”. Ou mesmo pelo Facebook, qualquer ajuda na divulgação será muito bem vinda!

Visite a página do evento e conheça todos os detalhes: www.rockandrails.com.br.

1
2
<a href="http://rockandrails.com.br" target="_blank">
<img src="http://www.rockandrails.com.br/wp-content/uploads/2011/08/banner-divulgacao.jpg" alt="" /></a>

Ruby on Rails: referências de leitura

março 5th, 2011

Aloha,

Antes de tudo gostaria de deixar aqui a surpresa (e alegria) em ver meu post sobre a migração de PHP para o Ruby on Rails depois de 5 meses na capa do iMasters. Muito bacana ver as pessoas discutindo com argumentos e tudo mais sobre Python/Django e PHP. Valew aê a todos.

Chegaram alguns e-mails do pessoal me pedindo referências de leitura, links, livros e algumas perguntando qual linguagem estudar: tentei ajudar com base no que vejo hoje como desenvolvedor e também como empresário no mercado de desenvolvimento de software. :)

Então, vai uma lista de coisas que li/leio sobre Ruby (linguagem) e Ruby on Rails (framework) e todo seu entorno. Só pra lembrar: estes foram livros que li e não um compendium de todas as leituras bacanas sobre Rails que existem: existem tanto livros bons que ainda não li quando disposição pra encher meu Kindle com eles. AHEuAe uHA E :)

Livros

Praticamente todos os livros que li são da série The Pragmatic Programmers: é uma editora muito bacana e com vários nomes de peso. O bacana é que os livros em versão digital tem valores bem atrativos e quando sai qualquer update, eles mandam um aviso para que você baixe as versões mais novas. :)

  • Agile Web Development with Rails (4rd Edition) é um ótimo livro para se começar com Rails. A linguagem é bem prática e ele explora a construção de uma aplicação de loja virtual de cabo a rabo, com testes e tudo. :) Existe a versão traduzida dele no Brasil chamada “Desenvolvimento Web Ágil com Rails“. A diferença é que essa quarta edição é com o Rails 3 já. ;)
  • Programming Ruby 1.9: The Pragmatic Programmer’s Guide é um livro muito muito bom sobre a linguagem Ruby. Não o li todo mas serve como uma ótima referencia à programação Ruby que tem várias particularidades não apenas interessantes mas essenciais para quem quer extrair o máximo da linguagem e extensibilidade do Rails.
  • Repensando a Web com Rails, do Fábio Akita, foi meu primeiro livro de Rails. Recomendo a todos não apenas porque é de um brazuca mas provavelmente um dos caras que correram atrás pela comunidade. Ele está numa versão antiga do Rails mas vale pela didática.
  • The RSpec Book, um livro obrigatório para quem quer (ou já trabalha) usando BDD como framework de testes e design de aplicações. Decidimos usar o RSpec ao invés da framework de testes que vem no Rails devido à melhor abordagem didática do BDD (precisavamos treinar um time em testes) e poder de descrição de problemas e design que ela traz para gente. Como o próprio autor diz, este é um livro para TODOS os programadores. Vale demais a pena.
  • Learn to Program é um livro extramamente introdutório sobre programação usando Ruby: isto ajuda e muito quem quer dar uma passada de olho no básico da linguagem. O livro da Pragmatic Programmers está em sua segunda edição (e mais completa) mas a primeira (e ainda muito boa) está em português neste link. :)
  • Ruby: Investigando a Linguagem, de Ivan Mecenas, é um livro bem introdutório mas ao mesmo tempo elucidativo. É um livro bem rapido de ler e que dá uma boa visão do que a linguagem pode fazer.

Sites

Muitos dos sites que leio são de referência da linguagem mas também com uma gama de coisas que ajudam e muito no dia-a-dia.

  • Rails Guides (http://guides.rubyonrails.org/) são os guias oficiais do Rails 3 (e também da 2.3). Leitura diária e obrigatória para conhecer o funcionamento da framework. Peca um pouco em detalhar mais algumas coisas e mostrar coisas que saem das conversões do Rails. :P
  • http://rubyonrails.org/ que é o site oficial do Rails: instalação, tutoriais, documentação e um monte de coisa. A versão brazuca dele está em http://www.rubyonrails.pro.br/.
  • http://www.ruby-doc.org/ documentação do Ruby :)
  • http://www.rubyonrails.pro.br/planeta/ é um agregador de blogs de vários figuras conhecidas do mundo Ruby on Rails. Vale adicionar o rss. :D
  • http://railscasts.com/ é site com toneladas de screencasts sobre Rails. Melhor do que quebrar a cabeça lendo é ver o cara quebrando a cabeça por você as vezes. Enjoy!
  • http://asciicasts.com/ tem o mesmo conteúdo que o railscasts mas … EM TEXTO!  Perfeito para quem quer ler e pesquisar por alguns termos, ver se existe um cast relativo a isso e ler código.
  • http://railsforzombies.org/ pode parecer brincadeira, mas é uma forma interessante de iniciar os estudos em Rails. Veja os vídeos, faça os exercícios … isso tudo com zumbis. :)
  • http://rubygems.org/ é o diretório oficial de gems do Ruby. As gems são como pacotes para o Ruby. Existe solução para quase tudo lá. se não existir o que você procura, contribua: faça a a sua gem e submeta ela. A comunidade agradece.

Listas de discussão, blogs, empresas e outras coisas mais

Pra fechar, alguns blogs que acompanho que falam não apenas de Rails mas de várias coisas que considero importantes para quem quer saber sobre agilidade, desenvolvimento e afins.

Enfim … tem MUITO mais coisas além disso, mas acho que já é um bocado de informação pra dar uma sacada. :)

Espero que ajude em algo. Bons estudos.

Moving to Python/RubyOnRails

setembro 13th, 2010

Salve people,

Estava com saudades de escrever coisas por aqui bacanas mas estava às avessas com Giran, eventos e tudo mais. É claro que que a desculpa “falta de tempo” não existe quando você está motivado e focado em algo. Continuo motivado com muita coisa, principalmente com o crescimento natural e meio que imposto pela velocidade que as coisas estão acontecendo que pedem cada vez mais uma postura e abordagem que exige muita muita MUITA disciplina.

Mas uma coisa que não me motiva à tempos foi o PHP, não pela linguagem e sim mas todo um entorno que acabavam impactando diretamente na melhoria continua disso.

Frameworks

Larguei o CakePHP pelo CodeIgniter em busca de uma framework mais light e customizável. O CodeIgniter serviu muito bem, mas peca em duas coisas muito importante que era o suporte mais integrado à testes e um ORM bacana. Nem o SimpleTest nem o PHPUnit se mostraram muito bem integrados e o ORM mais bacana que achamos foi o Overzealous DataMapper. São duas boas ferramentas, mas que não atingiram totalmente (e juntas) o objetivo que era ter coisas estáveis pra desenvolver.

A pouco tempo palestrei sobre frameworks, mas acho que tem que melhorar muito até chegar num nível de maturidade legal. Ou seja, isso acaba atrapalhando e muito a questão de trabalhar com todas as ferramentas e técnicas possíveis para o desenvolvimento de aplicações com alto nível de qualidade. Para quem não demanda toda a qualidade que estou/estamos buscando, essas ferramentas são show de bola demais.

Existe uma certa carência de um set de ferramentas que possam trabalhar em conjunto para oferecer a sustentabilidade desejada para um projeto de, digamos, qualidade máxima.

Não estou dizendo que as ferramentas são ruins mas cheguei num ponto em que queria me focar mais no negócio e por isso espero ferramentas que ja estejam maduras o suficiente para que eu possa confiar nelas. Num certo ponto estava me preocupando com questões de estabilidade e funcionamento que eu esperava ja terem sido resolvidas pelos projetos.

Desafio

Por conhecer e programar em PHP a MUITO tempo, cheguei num nível que ou me dedicava ao desenvolvimento de uma ferramenta ou algo mais tenso para manter isso aceso ou partiria para a evangelização da linguagem, o que faço em partes como um dos coordenadores do PHP-ES. Desenvolver um projeto novo é legal, mas prefiro contribuir com os que existem com patchs e o que puder … e desenvolver algo novo deve primar pela idéia em si e não pela tecnologia. E se a idéia é nova, porque não brincar com outra coisa nova?

Mas lá no fundo entrei em loop no que tange aprender mais PHP. E isso, dentro do meu universo pessoal onde mudo e toda hora procuro algo pra fazer, chegou a um ponto que ficou insustentável. Como diria o poeta “Já deu …”.

Comunidade

Acredito que faça dois anos que começamos de fato com os eventos com o PHP-ES e estava tudo indo bem exceto por dois pontos:

  • a falta de mobilização da comunidade em prol de algo que não seja discutir salários e questões banais como sindicalização no forum
  • a falta de interesse do próprio time de coordenação em querer fazer as coisas da melhor maneira, ajudando no dia-a-dia e não apenas não-presencialmente

Não julgo ninguém, mas no fundo fui me sentindo meio que lutando e tentando fazer crescer um Mercado onde as pessoas de certa forma ou não se interessem tanto, enquanto comunidade, ou não estão preocupadas com evolução, isso tanto pessoal quando novamente em comunidade.

Me amarro em fazer eventos e ensinar o pouco que sei sempre, seja por blog, por MSN, em eventos ou o que for mas no caso de eventos é um sentimento meio chato não ver as pessoas se movendo em prol de um objetivo mútuo. Deve ser a idade chegando, mas já havia passado por algo em outras áreas de atuação (fiz muitos eventos de heavy metal que rolavam várias coisas do gênero). Se não existe comunidade, você luta pra fazer crescer uma. Quando já existe e você vê o desinteresse das pessoas, você precisa tomar descisões e a minha vibe é de “estou aqui pra ajudar mas tomar a frente não tão cedo”.

Porque Python/Ruby on Rails?

A escolha do Python e Rails foi a mais natural pois ambas são linguagens de script. Além disso, uma penca de coisas me levaram a escolher essas duas também:

  • comunidade irada
  • frameworks maduras
  • ferramental para testes e tudo mais maduros
  • Orientadas a objeto de verdade
  • Preparadas para o que der e vier

O Python/Django foi uma escolha bacana no sentido de que se pode desenvolver tanto para web quanto para uma pá de outras coisas, até pra iPhone. ;)

O Ruby/Rails foi outra escolha bacana por ser atualmente, sem modismo, uma das (se não a melhor) framework para desenvolvimento web, e que segue “por default” uma filosofia voltada à qualidade e agilidade. Vi várias coisas embasbacantes na QCONSP (vou escrever um post bacana sobre essas coisas) e é motivante ver tanta gente correndo atrás da melhora não apenas da ferramenta mas da comunidade toda em si.

Muitas oportunidades sempre rolaram em relação a desenvolver com elas e acho que chegou a hora de me dedicar a isso com força.

Então PHP nunca mais tio???

Deixar de estudar uma linguagem não é um “nunca mais trabalho com ela” nem coisa do tipo. Tive ótimos feedbacks em relação aos posts de TDD com o Simpletest e pretendo continuar (mas com PHPUnit talvez) com mais algo de Selenium … enfim, coisas mais voltadas à qualidade de código final do PHP do que o desenvolvimento dele em si.

Além de continuar falando sobre PHP em relação à isso, pretendo estar ajudando a comunidade seja como palestras, ajudando os amigos da coordenação com os eventos e todos que ainda puder ajudar ensinando algo porque afinal … eu gostcho!

Enquanto isso, vamos seguindo nossas vidas e seja o que Alah quiser.

Hugs!

Get Adobe Flash playerPlugin by wpburn.com wordpress themes