Archive for the ‘Sociedade’ category

Giran no 4º QUARTA WEB

dezembro 1st, 2009

Aloha people!

Nesta quarta-feira, dia 02/12, rola no Canto da Roça da Praia do Canto o 4º Quarta Web, um evento que reúne vários profissionais da internet capixaba todo mês e vem se tornando uma referência no estado. Geralmente o evento ocorre sempre na última quarta do mês, mas excepcionalmente dessa vez será feito na primeira quarta-feira do mês. :)

O evento é um evento da comunidade WebCapixaba, organizado pelo André Fiorini @castiglioni, Celso Hora @cchcreative, Filipe Giacomin @filipegb e Paulo Henrique “PH” @ph_etc_br. O WebCapixaba é uma comunidade online de profissionais da internet capixaba bem bacana: se não conhece acessa agora rapá!

O assunto dessa vez será “O que esperar do mercado web em 2010″ e terá um formato de mesa redonda, onde irão participar pessoas de grandes agências envolvidas diretamente com web, como o Gilber Machado (E-brand) e o Rodrigo Quintão (4Ps), respectivamente sócios-diretores das empresas em questão.

Tive a honra de ser convidado para participar da mesa redonda também, afim de representar a Giran e também tentar contribuir um pouco com a vivência de internet que tenho. Acredito que vá ser uma oportunidade legal das pessoas verem diretamente o que grandes agências e empresas novas como a nossa pensam à respeito de carreira, tecnologia, tendências e tudo mais.

O mediador da mesa será o Rafael Silveira, do Gazeta Online, e o papo está previsto para iniciar-se às 19:00.

O evento é freeware: basta inscrever-se no do evento e aparecer lá com idéias, perguntas e tudo o que você achar interessante ser discutido. =) Para mais informações sobre o evento, clique aqui para acessar o tópico sobre o evento.

Nos vemos por lá. ;)


Share

Zonas de Convergência nos Games

junho 19th, 2009

Essa semana o mundo geek da tecnologia parou para conferir a E3 2009, a maior feira de entretenimento eletrônico do planeta. A feira é a oportunidade perfeita para as empresas lançarem produtos, tirarem onda e principalmente mostrarem o que está por vir.

Claro que como nerd/geek tarado por video games (um dia ainda vou ganhar grana com isso) eu pirei com todos os jogos e tecnologias que estão por vir. Mas nada se compara a extremamente grata surpresa proposta pela (cof,cof) Micro$oft.

Sim, a Micro$oft: na época que todo mundo duvidava dela quando o Xbox chegou pra bater de frente com consoles como o PS2, eles botaram pra quebrar com o XBOX 360. O fato dele ter sido “destravado” primeiro foi um impulso e tanto aqui no Brasil, movido pela pirataria, pra todo mundo compra-lo: o PS3, quem diria, perdeu espaço pra ele e pro Nintendo Wii.

A Nintendo, depois de amargar uma “menopausa tecnológica”, emplacou o Nintendo Wii, com um detalhe ignorado num mundo por tempos regido mais pelo processamento do videogame do que suas formas de iteração: a forma de controle do jogo.

Sem um controle de duzentos botões como seus concorrentes, impeditivo e carrancudo para muitos “mortais”, o Nintendo Wii primou pela simplicidade em seu controle, mas de uma forma inusitada: o controle com quase nenhum botão mas com uma forma de iteração por movimento que revolucionou o mundo do video game.

Quem já teve uma experiência num Wii pode dizer que não existe nada igual. A liberdade é impressionante e a forma de iteração com os jogos um trunfo: foi a volta dos jogos simples pra família inteira jogar, sem se preocupar com aquela monstruosidade de botões. Hoje, até o papai e a mamãe podem jogar finalmente, como nos bons tempos do Atari. O video game enfim voltou a ser uma “diversão família” novamente.

Isso era impressionante até a E3 2009, quando a M$ apresentou o Project Natal: uma forma de iteração que não usará nem controles físicos, nem botões. O Project Natal vai permitir a iteração pura e simplesmente por captação de movimentos e voz! oO

Confesso que havia MUITO tempo que não ficava abismado com algo: desde os tempos do primeiro iPhone, do Ubiquity, do Google Earth e do próprio Wii, eu não sentia aquela sensação que dá vontade de falar “Puta queo pareo!”.

O projeto se baseia em camêras, sensores e um microfone para que a pessoa possa iteragir com o game. Game ??? Agora cheguei ao ponto que queria chegar.

Que os video games estão aos poucos se tornando portas viáveis para os mais diversos tipos de aplicação ja é notório: os jogos educativos foram o início dessa revolução, mas hoje com o advento das conexões de banda larga em praticamente todos os video games, as atualizações e customizações das característica dos games, como novos personagens, fases, músicas e afins, deram um poder INFINITO de extensão dos jogos.

E-learning aplicado à tantas áreas que não conseguiria enumerar aqui, RPGs com cunho educativo, MMORPGs sociais com “quests” do tipo “Estude isso, faça a prova para ganhar tal coisa”. É tanta coisa que passa na minha cabeça que eu poderia ficar aqui por dias digitando.

Com o Project Natal extrapolamos a simulação imperfeita das ações do jogo, baseado em botões e direcionais, para uma simulação muito mais perfeita. O chute na bola vai ser mecânico e corporal, diferente da combinação de botões+direcional ou mesmo situações fisicamente irreais.

Agora imaginem só as seguintes situações:

  • Você jogando um RPG ou jogo de tiro de primeira pessoa, onde você pode olhar para qualquer direção, trocar de arma movendo os braços, atirar mirando na pessoa que quiser …
  • Um RPG onde você ao inves de clicar num NPC (aquela galera que você conversa para saber informações no jogo), dizer perto dele “Ei, posso falar com você?” e ele lhe responder prontamente. Mais que isso, um RPG inteligente que ao invés de lhe dar informações já pre-definidas, possa responder mais “humanamente” a uma pergunta qualquer, mesmo que sem sentido;
  • Um jogo de xadrez onde vc move as peças do seu sofá;
  • Jogos de aeróbica e exercícios físicos;
  • Um Guitar Hero onde você toca Air Guitar e ainda por cima ele conta como nota o quanto você “agitou e quebrou tudo no palco”. Ohhh Yeah;
  • Jogos infantis onde a criança vai iteragir com os personagens para aprender coisas falando com os personagens: o personagem pergunta “Ei Fulano, quando é dois mais dois?” … “Isso! Você acertou”. Esqueçam as cartilhas;

Será que estamos às portas de uma revolução não apenas dos video games e do entretenimento eletrônico, mas de uma revolução na forma da distribuição de conhecimento por uma mídia tão potencialmente multi-facetada como a dos video games ?

Eu estou pagando pra ver! :)


Share

Encasoft, bolo e shurikens

outubro 12th, 2008

Salve pessoal,

Entre a correria da semana, problemas pessoais (apartamento no terceiro andar em prédio antigo só dar dor de cabeça) e perspectivas legais pras próximas semanas, foi uma correria pra fazer os acertos pra palestra de CakePHP no Encasoft 2008, quarta edição desse encontro de celebração do open source em todas as suas vertentes.

Palestra feita e ensaiadinha (com direito a controlin de slides do Macbook e tudo), na sexta tive a notícia que provavelmente o datashow não teria entrada para DVI. Palestra exportada para PDF e meu antigo HP DV6000 em punho, lá fomos nós.

Evento bem localizado e com uma estrutura bem legal, pois foi feito no Cineteatro da UVV, a galera chegou cedo pra prestigiar as palestras. Embora o teor das palestras tenha sido um pouco técnico demais para um evento não específico, foi bem legal ouvir as palestras sobre customização de distribuições para bota-las no pendrive e a de Snort, que eu não conhecia bem e sai com uma base legal de como tudo funfa na realidade.

Nervosismo aflorando, HP a postos e o help pra lá de legal do Ricardo Montoro (que deu a palestra de Snort) que me emprestou um gadget bem legal da Targus, que passa os slides automaticamente e tem até aquele laserzin pra mostrar o que vc está falando. Lá estava eu apresentando a palestra: pensei que iria travar bem mais mas foi bem tranquilo. Pensei que teriam mais programadores PHP (assumidos ou não) mas valew muito a pena. Foi bem legal, mas numa análise geral, acho que teria sido melhor ter dado um mini-curso para deixar a coisa mais dinâmica. Mas num geral, foi muito legal.

O outro ponto legal foi o mini-curso de jQuery Ninja, ministrado pelo Reinaldo Júnior – gente boníssima com uma oratória acima da média, com analogias bem humoradas sobre o uso de jQuery e artes ninja. Pena que uma galera não conseguiu instalar algumas das coisas, mas foi muito bacana: eu conhecia e utilizava Prototype, ExJS, DOJO e afins. Agora concerteza vou passar a usar mais efetivamente essa framework que se mostrou bem bacana. E concerteza o Firebug de forma mais efetiva tb, pois ele pra codar e testar é MUITO BOM!

Parabéns ao pessoal do EESL pelo evento e que venham outros por aí. Em especial ao brother Almir M3nd3s, brotherzasso e muito gente boa que me fez o convite e me deu uma camisa do evento (semana que vem estarei desfilando com ela já hehehe). Parabéns pelo afinco chefe. ;)

P.S.: caramba, sortearam um eeePC da Asus. Um brother meu foi sorteado E NÃO ESTAVA LÁ! Putaqueopareo … CABRALITO … vc é muito azarado. (ou sortudo ou sei lá)


Share

"Bolo" no ENCASOFT 2008

setembro 18th, 2008

Salve pessoal!

É com prazer que informo que recebi um convite para ministrar uma palestra de PHP no Encasoft 2008. :)

O Encasoft (Encontro Capixaba de Software Livre) está chegando em sua quarta edição com esse evento de 2008 e acredito que será tão bacana quanto os anteriores. Organizado pelo grupo Linux-ES,  o evento oferece, entre palestras e mini-cursos, um Install Fest de software livre durante todo o evento, que irá do dia 10 (dia mais voltado para o povo corporativo) ao dia 11 (para o povo em geral) de outubro.

Vou estar ministrando uma palestra introdutória sobre o CakePHP, uma framework MVC para PHP muito difundida na comunidade e com uma curva de aprendizado bem bacana para o poder que ela bota nas mãos do programador.

Meus agracedimentos ao Almir Mendes (http://www.almirmendes.net/blog/) pelo convite e o grande irmão  Paulo César Jeveaux (http://www.jeveaux.com) pela indicação.

E vamo simbora.

P.S.: o Chrome não funfa ainda no Mac e por isso nem posso falar muito sobre ele, mas gostei apesar das limitações. E desenvolver no DashCode para iPhone está mais divertido que desenvolver pro Android.


Share

Vitória Digital II

agosto 23rd, 2008

Semana de correria: especulações sobre a chegada do iPhone à terras tupiniquins (pela Vivo, a fofoca é que chegue em meados de setembro), muita correria matando últimas pendências, muita pesquisa em cima do Android e iPhone SDK (em breve mini resenhas dessa imersão de 2 semanas com esses kits), estudo para passar no SCJP e pequenas descobertas de aplicativos bacanas (reviews em breve tb).

Mobilidade tem sido uma das palavras da vez e tem se mostrado um lance pra lá de satisfatório sair do meu mundo Palm e Windows Mobile para novas plataformas, embora ainda não deixe de lado a importância e rentabilidade de aplicações e solução pra essas duas plataformas. Afinal, não existe nenhum smartphone com Android (até o HTC Dream, que todo mundo tá SECO esperando tb) e vai ser mais legal para desenvolver para iPhones quando tiver o meu próprio. :)

E mobilidade vai ser uma das coisas envolvidas na primeira reunião pública do Projeto Vitória Digital, que discuti aqui a alguns posts atrás, que difere da apresentação do projeto no sentido de que eles vão ouvir “a população”, que vai poder opinar sobre os detalhes do projetos e coisas afins. Não é uma oportunidade única de contribuir, já que estão previstas mais algumas reuniões públicas durante o projeto, mas a experiência conta que as idéias e sugestões de hoje podem ser a realidade imutável de amanhã.

Então, quem quiser e puder comparecer será uma boa oportunidade não apenas de conhecer o projeto de perto e da boca de quem o está desenvolvendo, mas também de fazer aqueeeeeele networking ocasional e poder contribuir quem sabe com uma idéia bacana, sugestão e até mesmo uma crítica construtiva.

Para os “arroz-de-festa” tem aquele Coffee Break bacana e vai ter Wireless a rodo para Twitteiros e blogueiros poderem postar coisas ao vivo de lá. O café está muito bom da última vez. hehe

Para saber mais detalhes, acessem essa matéria do Gazeta Online.

Simbora!


Share

Bye Bye Bill!

junho 28th, 2008

Ontem, 27 de junho, deixa o cargo de presidente Mico$oft o lendário Bill Gates, o tio que todo (ou quase todo) geek gostaria de ter: genial, bem humorado, cheio da grana e acima de tudo tarado por tecnologia.

Sacanagens a parte, mesmo com a taradisse dos MacFãs e xiitismo da grande parte da comunidade Open Source, os méritos desse cara são pra lá de memoráveis: não apenas pelo Windows em si (que provavelmente fez até você, xiita ou Maczista , entrar no mundo da informática lá nos idos do seu interesse por computação), mas por todo o fomento que o cara causou no mundo da microinformática em si.

Provavelmente a comunidade Open Source não teria a força de hoje se não fosse a necessidade de fazer algo que não depende-se do Windows. E a comunidade de fãs da Apple não seria tão tarada se não tivessem um “parâmetro” para traçar o que é “perfeito e não trava”. Afinal, o que seria da felicidade se não houvesse a consciência da existência da dor?

Gates enxergou isso na hora e tempo certos. Ele foi o Google de sua época e com seus méritos para lá de merecidos, seja pela “sacada” de comprar o código fonte do DOS e revender por milhões, seja por copiar coisas da Xerox (assim como a Apple fez) e tornar isso acessível a pessoas como eu e você, mesmo que “não perfeito e travando”. Embora conte nos dedos quantas vezes o DOS travou comigo. heheheh

Além de cheio da grana, o cara tem bom humor. Então, deixo um vídeo que vi a bastante tempo e lembrei dele na hora quando a notícia foi anunciada essa semana.

Simbora Bill!


Share

Review: Vitória Digital e afins

junho 22nd, 2008

Semana bacana essa em Vix. =)

O seminário (que mais pareceu uma simples apresentação do que um seminário) Vitória Digital deu uma boa idéia do que poderemos ter por aqui com a possibilidade de Vix virar uma “Cidade Digital”, com wi-fi espalhado por tudo quanto é canto.

A pergunta inicial era: como será esse plano de Wi-fi 0800 Oba Oba? » Read more: Review: Vitória Digital e afins


Share
Get Adobe Flash playerPlugin by wpburn.com wordpress themes